Google+ Followers

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Basset Hound

Origem 
Há registros de cães basset desde o século XVI. O basset hound, ou simplesmente basset, ganhou notoriedade por volta de 1800, na França. Vem do cruzamento entre o bloodhound e o beagle. Baixinho, suas patas são curtas e grossas e a raça foi criada para caçar. Seu faro é muito apurado, perdendo apenas para o bloodhound, um de seus ancestrais genéticos. O basset hound, quando adulto, é calmo e amigável, mas a personalidade é forte, impulsiva e não é muito obediente a comandos. São extremamente leais, sensíveis, carinhosos e muito ciumentos. Os bassets vivem muito bem em grupo e detestam ficar sozinhos, por isso é sempre recomendável a companhia de outros animais de estimação por perto. Gulosos, precisam e gostam de fazer exercícios, como caminhadas e corridas com seus donos.

Aparência 
Esses simpáticos baixinhos têm entre 33 a 38cm de altura e o peso fica em torno de 20 e 30kg. O pelo é liso e curto e qualquer cor é aceita pelos padrões da raça. As orelhas são longas e caídas e esta é uma das características principais do basset hound. A expressão é charmosamente triste, já que o basset possui excesso de pele ao longo do corpo, rosto e pescoço.

Saúde
Preguiçosos e bonachões, os cães da raça basset hound têm tendência a ficarem gordinhos e até mesmo obesos. Portanto, caminhadas e muita atividade física são bem-vindas. As grandes orelhas também requerem cuidados especiais: devem ser limpas ao menos uma vez por semana. Assim, evita-se otite e outras infecções por acúmulo de sujeira. Alguns exemplares apresentam pálpebra caída, o que pode acabar em infecções e úlceras. Todo cuidado é pouco. 

Curiosidades 
O basset hound só deixa a preguiça de lado quando o assunto é caçar, uma de suas atividades preferidas. Seu faro é apuradíssimo e ele é craque em localizar tocas de coelhos e outros animais pequenos. Outra característica desses cães é a sua carência afetiva. Quando a coisa aperta ele murmura chamando a atenção dando a impressão de que está conversando. E na hora de pedir alguma coisa ou de reclamar, nada melhor do que um bom latido.

domingo, 20 de maio de 2012

Beagle


Origem
Estamos falando de um cão adorável, de porte médio, originário da Inglaterra. Lá, o beagle ainda é usado na caça às lebres e às raposas. É extremamente ativo, dócil, mas os filhotes são muito chorões. Precisam fazer exercícios diariamente, pois têm tendência a engordar. A gulodice do beagle é notória: qualquer pessoa que lhe mostre comida ganha sua simpatia. É um cão ideal para crianças. Adora brincar, correr de um lado para outro e nunca é agressivo.


Aparência
Sua altura varia entre 33 e 45cm, com pelagem curta e densa, normalmente branca, preta e um tom avermelhado, mas pode, também, ser bicolor. A cabeça é grande, sem rugas ou dobras, focinho curto e mandíbulas fortes. As orelhas são grandes e ficam penduradas pelas bochechas.

Saúde
Por serem extremamente gulosos, é preciso ter uma atenção toda especial com a sua alimentação, senão a obesidade toma conta. Outra característica da raça são os problemas de pele, como eczemas e alergias. Alguns podem apresentar problemas na glândula da terceira pálpebra, conhecida como glândula de Harder, que é uma bolinha vermelha. Mas nada que uma consulta ao veterinário não resolva. As glândulas anais também podem apresentar problemas de inflamação, tratados com drenagem, curativos, pomadas e antibióticos.

Curiosidades
A raça é muito antiga, já mencionada a partir do século III, e foi muito bem cotada nos reinados de Henrique VIII e de Elizabeth I. Foram introduzidos na França no século XIX, onde se tornou um dos cães mais populares devido à sua simpatia e o dia 12 de junho é o Dia do Beagle naquele país. O navio do naturalista Charles Darwin chamava-se Beagle e o cãozinho Snoopy, dos quadrinhos, talvez seja o beagle mais famoso do mundo.

domingo, 6 de maio de 2012

American Pitbull

Origem
Há controvérsias em relação à origem dessa raça. Algumas fontes indicam que é brasileira, outras, que a raça veio da Inglaterra e foi introduzida nos EUA ainda no século XIX. Há também entidades que reconhecem a raça e outras não. Aqui no Brasil eles são chamados simplesmente de pitbull. São cães extremamente fortes, resistentes, ágeis, determinados e muito fiéis aos seus donos e às pessoas com quem convivem. A sua tão proclamada violência depende exclusivamente de como o animal é criado. Mas, se um pitbull se sentir ameaçado ou a seu dono, pode reagir.



Aparência
É um cão de porte médio, forte e musculoso, com andar determinado. A pelagem é curta e a musculatura bem definida. O corpo é levemente mais alongado do que alto e as fêmeas podem ser um pouco mais longas do que os machos. A cauda é relativamente curta, baixa, grossa na base e afilando-se em direção à ponta. O pitbull pode ter todas as cores e marcações. Alguns têm o focinho avermelhado. 

Saúde
O pitbull é um cão que não dá muitos problemas em relação à saúde. O pelo curto exige poucos cuidados e não existem registros de problemas específicos da raça. Porém, como todo cão forte e musculoso pode apresentar problemas de displasia coxo-femural. 

Curiosidades
Trata-se de um cão atleta. Sua aptidão para esportes é reconhecida. São criados justamente para aprimorar esses atributos esportivos. Hoje, existem vários clubes que organizam eventos específicos como o Game Dog, que envolve provas de resistência, força e agilidade.